terça-feira, 30 de novembro de 2010

Mal...

O mal não é essencialmente do mundo,mas das criaturas que o habitam.
A Terra, em si, sempre foi boa. De sua lama brotam lírios de delicado aroma, sua natureza maternal é repositório de maravilhosos milagres que se repetem todos os dias.
De nada vale partirmos do planeta,quando males não foram exterminados convenientemente.
Em tais circunstâncias,assemelhamo-nos aos portadores humanos das chamadas moléstias incuráveis. Podemos trocar de residência; todavia, a mudança é quase nada se as feridas nos acompanham. Faz-se preciso, pois, embelezar o mundo e aprimorá-lo, combatendo o mal que está em nós

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Venha fazer parte desse blog!Todos são bem vindos!