sábado, 19 de fevereiro de 2011

VIDA - FÁBIO JÚNIOR...

PELAS RUA DA CIDADE,PESSOAS ANDAM NUM VAI E VEM.
NÃO VÊEM O CAIR DA TARDE,VÃO NOS SEUS PASSOS COMO REFÉNS.
DE UMA VIDA SEM SAÍDA, VIDA SEM VIDA, MAL OU BEM,
PELOS BANCOS DESSES PARQUES,NINGUÉM SE TOCA SEM PERCEBER.
QUE ONDE O SOL SE ESCONDE, O HORIZONTE TENTA DIZER,
QUE HÁ SEMPRE UM NOVO DIA, A CADA DIA, EM CADA SER.
NÃO É PRECISO UMA VERDADE NOVA, UMA AVENTURA,
PRA ENCONTRAR NAS LUZES QUE SE ACENDEM UM BRILHO ETERNO
E DAR AS MÃOS E DAR D SI ALÉM DO PRÓPRIO GESTO.
E DESCOBRIR FELIZ QUE O AMOR ESCONDE OUTRO UNIVERSO,
PELOS BECOS, PELOS BARES, PELOS LUGARES QUE NINGUÉM VE,
HÁ SEMPRE ALGUÉM QUERENDO UMA ESPERANÇA SOBREVIVER,
CADA ROSTO É UM ESPELHO DE UM DESEJO DE SE TER....
TALVEZ QUEM SABE POR ESSA CIDADE PASSE UM ANJO,
E POR ENCANTO ABRA SUAS ASAS SOBRE OS HOMENS,
E DÊ VONTADE DE SE DAR AOS OUTROS SEM MEDIDA,
A QUALIDADE DE PODER VIVER, VIDA VIDA, VIDA....

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Venha fazer parte desse blog!Todos são bem vindos!